• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Ação de mobilização social marca Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil em Porto Velho
  • BUSDOOR-FACE

Ação de mobilização social marca Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil em Porto Velho

MPT,SRT, FEPETI e diversos outros órgãos e instituições estiveram em Escola, no Bairro Maringá, para participar das atividades que envolveram alunos, seus pais, professores e pessoas da comunidade

Escola expôs na Ação trabalhos do Projeto MPT da Escola realizados pelos alunos
Escola expôs na Ação trabalhos do Projeto MPT da Escola realizados pelos alunos

RONDÔNIA - Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil foi lembrado, nesta quarta-feira, 12 de junho de 2019, com uma manhã de mobilização social realizada pela rede de combate ao trabalho de crianças e adolescentes no Estado de Rondônia, integrada por diversos órgãos e instituições como FEPETI, MPT, SRT entre outros. A ação aconteceu na Escola Estadual de Ensino Fundamental Luiz Soares de Cássia, localizada na Rua Lúcia de Carvalho, no Bairro Maringá, em Porto Velho.

Direcionada aos alunos, pais de alunos, professores e pessoas da comunidade, a mobilização foi conduzida pelo Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil do Estado de Rondônia (FEPETI-RO), com apoio do Ministério Público do Trabalho (MPT) na 14ª Região – Rondônia e Acre, da Superintendência Regional do Trabalho (SRT), das Secretarias de Assistência Social e de Educação do Município e do Estado e representantes de diversos órgãos e instituições que integram a rede.

No local foram distribuídas camisetas, material informativo sobre a temática do trabalho infantil e as crianças, seus pais, professores e a comunidade tiveram a oportunidade de ouvir das representações das instituições e órgãos públicos presentes como tem sido a luta travada por todos, através de diversas ações, no sentido de garantir às crianças e aos jovens que lhes sejam assegurados os direitos estabelecidos na Constituição Federal da República brasileira.

Na ocasião, alunos e professores apresentaram trabalhos realizados na Escola como atividades propostas pelo Projeto MPT Escola, implantado no estabelecimento de ensino. Além de cartazes e outros trabalhos os alunos realizaram apresentação de peças teatrais, esquetes e manifestações por meio de danças e músicas como forma de expressar o entendimento da temática do trabalho infantil na comunidade escolar.

DIFICULDADE MAIOR - Sobre esse esforço coletivo do qual se fala, o coordenador regional da Coordinfância do MPT em Rondônia e Acre, procurador do Trabalho Carlos Alberto Lopes de Oliveira, declara que “a maior dificuldade no combate do trabalho infantil dá-se em razão da sociedade civil tolerar e, até justificar, à exploração de crianças e adolescentes, em especial quando há necessidade de ajudar no sustento familiar”.

Para o procurador Carlos Alberto “o problema ainda é agravado pela cultura de valorização do trabalho como solução para delinquência. Não se deve tratar a questão de maneira binária, como se não houvesse outras alternativas, mas sim buscar outras formas de solução de problema, equacionando o direito fundamental ao não trabalho da criança, o trabalho protegido do adolescente e o direito à profissionalização”.

O bairro Maringá, onde foi realizada a ação de mobilização social na Escola de Ensino Fundamental Luiz Soares de Cássia, se situa numa área que se caracteriza por se localizar numa região muito distante da área central da cidade de Porto Velho, a capital rondoniense.

Ação contou com partição de pais de alunos e da comunidade
Ação contou com partição de pais de alunos e da comunidade

Professores e representantes dos órgãos e instituições da rede de combate ao trabalho infantil marcaram presença na Ação
Professores e representantes dos órgãos e instituições da rede de combate ao trabalho infantil marcaram presença na Ação

(fotos: Ascom MPT e Fepeti-RO) 

Fonte: MPT em RO e AC 

Siga-nos no facebook.com/mptroac/e notwitter.com/mptroac

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil